en
Scientific article
Open access
Portuguese

Atalho analógico e reconstrução micro-histórica: as origens do laboratório de psicologia experimental de Genebra em 1892

ContributorsRatcliff, Marc
Published inMnemosine, vol. 14, no. 1, p. 246-273
Publication date2018
Abstract

De acordo com a historiografia da psicologia, Théodore Flournoy (1854-1920) fundou o laboratório de psicologia experimental em Genebra em 1892 como resultado de sua presença no laboratório de Wundt em 1879. Fontes de arquivos não publicadas refutam essa interpretação. Nenhuma perspectiva surgiu até que Flournoy visitou Hugo Münsterberg em outubro de 1891, que lhe forneceu o conhecimento, a rede e a cultura material necessários para montar um laboratório de psicologia. O laboratório de Genebra foi inaugurado quatro meses depois. Consequências históricas e epistemológicas decorrem dessa reconstrução: 1. a transmissão de conhecimento historicamente determinada permitiu que Flournoy montasse o laboratório; 2. o discurso genealógico que salta de Leipzig para Genebra baseia-se em uma confusão entre semelhança e filiação. Nós nos referimos a esse mecanismo específico de história internalista e retrospectiva como atalho analógico.

por
Citation (ISO format)
RATCLIFF, Marc. Atalho analógico e reconstrução micro-histórica: as origens do laboratório de psicologia experimental de Genebra em 1892. In: Mnemosine, 2018, vol. 14, n° 1, p. 246–273.
Main files (1)
Article (Published version)
accessLevelPublic
Identifiers
  • PID : unige:175368
11views
3downloads

Technical informations

Creation02/28/2024 3:16:36 PM
First validation03/04/2024 3:20:23 PM
Update time03/04/2024 3:20:23 PM
Status update03/04/2024 3:20:23 PM
Last indexation03/04/2024 3:20:43 PM
All rights reserved by Archive ouverte UNIGE and the University of GenevaunigeBlack